A máquina de costura - capítulo final

Eis que chegamos ao último capítulo de "A máquina de costura"! Finalmente vocês vão saber o que aconteceu nesta minha aventura. Bem, no capítulo anterior, apenas para recordarmos, eu cortei os moldes no tecido e me deparei com um monte de peças de um quebra-cabeças (revejam clicando aqui). Foi então que começou a parte mais emocionante, a união de todas as peças para criar o que veio a ser meu primeiro vestido!!! (#todoschora)
A revista ajuda bastante na montagem do quebra-cabeças. As peças têm números, e lá mesmo há a descrição passo a passo de como as peças se encaixam. Mais uma vez, não achei tão difícil, porque a resposta a qualquer pergunta estava ao meu lado em formato de mãe. Todas as pecinhas foram alinhavadas, ou seja, costuradas à mão de forma bem simples (como na foto acima), simplesmente para que eu pudesse ver como o vestido estava em meu corpo.
Quando coloquei o vestido alinhavado, ele estava parecendo um saco! Ou seja, super largo em algumas partes, deformado em outras, e eu já me desesperei dizendo que sabia que seria assim mesmo, porque costurar é muito difícil, etc,etc,etc. Foi aí que minha mãe entrou novamente com suas mãozinhas abençoadas, e foi apertando, dando um jeitinho aqui, outro lá...para mim esta foi a parte mais complicada, uma vez que eu não tenho noção nenhuma do que deve ser feito nestes casos. Meio frustrada que estava, simplesmente aceitei o que minha mãe estava fazendo e curti o momento...afinal, quem mandou começar com uma peça tão complicadinha, né? Eu poderia ter iniciado humildemente com uma sainha simples ou um colete, mas nãaaaao...eu simplesmente queria abalar Paris com minha primeira "criação".

 Algumas partes do vestido foram presas com alfinetes mesmo, para que pudessem ficar presinhas na hora de costurar. O ato de costurar na máquina, apertando o pedal é bem tranquilo e acho que é o mais legal. Quando você começa a ver todas aquelas pecinhas juntas e dando forma a um vestido, e mais ainda, sabendo que quem costurou foi você, tudo se torna uma alegria imensa. Para a minha mãe, apenas mais um vestido. Para mim, o meu primeiro.

E foi então que ele foi tomando a forma correta, com aquela ajudinha profissional de mamis, até que ficou pronto! Eu aprendi a fazer as casinhas para os botões, aprendi a pregá-los (sim, eu nunca havia pregado um botão na vida), e na maior ousadia ainda quis colocar bolso e golinha retrô no vestido! Também quis dar uma "afofada" na manga. O bolso é simplesmente um pedaço de pano no formato que você quiser costurado na parte do vestido que você quiser, deixando um espaço aberto, claro. A golinha, mais um pedaço de pano preso no colo. A manga fofinha é um pouco mais complicada, e confesso que vou rebolar se quiser fazer outra vez um dia.

Então, vejam aí no que deu todo esse processo!!!
Quando vesti pela primeira vez, estava me achando tanto que até coloquei um chapeu que nem ornou muito, mas eu queria fazer um tipo, sabem como é. O meu vestido ficou realmente mais curto que o da revista, mas porque, ao prová-lo, achei que o comprimento original estava me achatando demais.


A experiência foi fantástica. Primeiro, porque me aproximou de minha mãe de forma diferente da que eu antes estava acostumada. Tivemos uma relação profissional, coisa que nunca havia acontecido antes. Deixei que ela me ensinasse, e isso a encheu de orgulho (reparei como ela estava se achando toda ao me explicar). Segundo, porque eu pude dar muito mais valor ao trabalho de uma costureira, de alguém que faz as roupas que vestimos todos os dias de forma tão automática. E terceiro, porque eu me deixei levar pela brincadeira, me dei a chance de aprender algo novo, experimentar, enfim. E é o que eu desejo a vocês: que tenham sempre a iniciativa de tentar algo novo, mesmo que seja simplesmente pregar um botão.
Espero que ainda possamos nos divertir muito com aventuras como esta.
Beijo,
Dani

18 comentários:

  1. Aaaaaaaaaaaaaaaaai, meu Deeeus!
    O vestido ficou lindo, com carinha retrô que eu aaaaamo!

    Muito bom ver algo criado por nós, né??

    #faleci
    Tô emocionada, tô estééééééricaaaaaa!!! \õ/

    Quero aprender a costurar tbmmm, hahaha... na faculdade de moda vão me ensinar???

    Parabéééns, Dani!

    beeeejo ;**

    ResponderExcluir
  2. Experiência maravilhosa, não só o vestido é belo quanto a história, pois a persistência resultou numa obra de arte digna. Beijos linda e continue nos inspirando!

    Obs. Mãe é tudo neh: amiga, conselheira, professora e rainha do lar.

    ResponderExcluir
  3. Ficou incrível Dani! E tenho certeza que esse será o primeiro de muitos. Sem falar que sua experiencia só me deixou com mais vontade de fazer um curso de corte e costura ou colocar a mão na massa com a ajuda de mamãe também.

    ResponderExcluir
  4. Ohhh!
    Que lindo Dani!!! Deve ter sido uma felicidade só né?
    Parabéns!!! Ficou lindão!


    Beijooooo!

    ResponderExcluir
  5. Dani!! Parabens!!!! Que bom que vc conseguiu com a ajuda de sua mãe! Nem preciso comentar que o vestido é LINDO né? vou até salvar a foto pra copiar dps..heheeh pode? Beijo! Dre

    ResponderExcluir
  6. ficou perfeito dani, super gracioso
    bom fds
    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Ah! Ficou muito linda... Parabéns às duas.
    Cheiro,
    Eva

    ResponderExcluir
  8. Dani, ficou LINDO o vestido. Acho que você tá enganando todo mundo, hein?! To achando que comprou pronto já! hahahaha
    beijoca

    ResponderExcluir
  9. O vestido ficou lindo!!!!!!
    Bjim!!!!!!

    http://munamo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Ficou lindo!!!
    Adorei o modelo e a estampa!!!
    BJs,
    Mari
    http://regatabranca.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Dani, o vestido está muito lindo. Adorei o modelo e a estampa. Aprovadíssima com sua aventura com a máquina, se jogue em outras empreitadas e daqui a pouco temos uma linha by Diva, rsrrs. Bjos enormes e parabéns

    ResponderExcluir
  12. ADOREI!!! Ficou super lindo e mais ainda, a tua cara!

    ResponderExcluir
  13. Parabéns Dani... Ficou realmente muito bom... Adorei!!!

    ResponderExcluir
  14. Dani, valeu à pena, viu??? O vestido ficou lindooooooo!! Parabéns!
    Quando você começa a aceitar pedidos de encomenda??? :)
    Bjuxxx

    ResponderExcluir
  15. Dani, ficou lindo! Sabe que eu larguei o curso de corte e costura que fiz com 15 anos porque não tinha muita habilidade para fazer a casa do botão, cortei errado uma blusa para o meu pai e uma minha. Na época comprei tecidos bem baratinhos para testar e a primeira experiência foi traumática. Mas sempre é tempo de recomeçar. Parabéns!

    ResponderExcluir
  16. Que show! Queria saber costurar!

    ResponderExcluir
  17. Que lindo que ficou!!!! Adorei a matéria, passo-a-passo...eu não tinha noção de como transformar aquele monte de linhas das revistas em uma peça de roupa...sempre tive curiosidade! Deu uma vontade de pôr a mão na massa tb...hihihi...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  18. Dani, que lindo o seu vestido! Parabéns pela experiência! Obrigada por compartilhar com a gente o passo a passo desse processo, contando suas ansiedades e alegrias da experiência.
    Na máquina de costura, eu sei fazer o básico do básico e ando doidinha pra fazer um vestido de verão para mim.
    Mais uma vez, obrigada pelo incentivo!
    Beijos,
    Vanessa

    ResponderExcluir

Que bom receber sua visita!
Responderei aqui mesmo ou em seus respectivos blogs.
Caso queiram falar comigo por email, me escrevam em dani.freitas@formandodivas.com
Um beijo!

 

Formando Divas! © 2012 | Designed by Siméia Santos