Formando Divas entrevista: Ale Garattoni

Tive a chance de conhecer Ale Garattoni pessoalmente quando do lançamento do livro It Girls em Salvador. Devo confessar a vocês que me surpreendi com a simpatia de Ale; não que já não a achasse simpática, mas ela se mostrou tão acessível e doce que realmente levei como exemplo do que acredito ser o fundamental para uma mulher bem sucedida: simplicidade. Da mesma forma, Ale me surpreendeu a cada vez em que respondeu meus tweets e mensagens de email. E quando fiz o convite a ela para esta entrevista para o Formando, ela me respondeu: "Sim, sim, claro! Será um prazer!". Simplicidade, mais uma vez, em meio ao turbilhão de compromissos diários. E então recebo a entrevista. Novamente, a Ale tranquila, nada afetada e super atenciosa, mostra porque se transformou em inspiração para todas aquelas que começaram um blog de moda e beleza depois dela.
Conheçam um pouquinho mais do lado mulherzinha que a gente adora de Ale Garattoni nesta entrevista para  o Formando. Vocês vão ver que não é difícil se apaixonar por ela!

FD: Ale, o que é ser uma "diva" para você?
AG: É inspirar as pessoas pela postura, é ter respeito aos outros, é saber ocupar o seu lugar no mundo (sem invadir o espaço do vizinho) e, claro, ter uma luz, um brilho especial!

FD: Como você definiria o "estilo Ale Garattoni"?
AG: Gosto de peças atemporais... não sou muito de definir o estilo de alguém (muito menos o meu!) em uma só palavra, porque acho que sempre há variações de acordo com o estado de espírito, a época etc, mas, no geral, gosto mais do clássico.


FD: Ale, vc é uma ex-blogueira de moda e beleza. O que você descobriu em sua época de blogueira em relação a make ou cosméticos que se tornou um vício?
AG: Não me lembro de nada específico! O que eu falava no blog sempre foi uma extensão do meu próprio estilo e das minhas próprias escolhas, então fica até difícil separar o que meu eu levei pro blog e o que o blog trouxe pra mim.

FD: Quais são os seus segredinhos de beleza?
AG: Acho que é o maior clichê do mundo, mas dormir bem é o melhor remédio pra uma pele boa, pra uma aparência saudável.

FD: Qual é o seu maior pecado em relação à beleza?
AG: Nossa, são muitos! Eu tenho um fuso horário meio complicado, se deixar durmo e acordo muito tarde (e durmo demais ou de menos, raramente o número ideal de horas!). Mas o maior pecado de todos é a alimentação: tenho paladar infantil até hoje, não passo sem um BigMac básico (ele até me acalma, juro!) e, pior dos piores, não tomo café da manhã e começo meu dia com uma Coca Cola!

FD: O que há em seu nécessaire?
AG: Estou na fase das bolsas bem pequenas, então a ideia do nécessaire de dia a dia ficou no passado! Levo comigo um espelhinho, um batom, um corretivo de bastão e uns 2 lipbalms (que eu preciso me forçar a usar, porque esqueço sempre e o clima em SP é muito seco).

FD: Se tivesse que salvar apenas um ítem de seu nécessaire em um naufrágio, qual seria? Por que?
AG: Corretivo!!! Depois dos 30 não vou mais nem até a esquina sem ele, faz muita diferença!

FD: Há algum cosmético que você usa há muito tempo e não troca por nada? Qual?
AG: Eu vario muito, adoro testar novidades, então minha seleção vai mudando naturalmente ano a ano – é super raro eu comprar uma segunda unidade de alguma coisa. Mas já estou no meu 3o Génifique (um sérum bem levinho da Lancôme). E não é exatamente um cosmético, mas a Lavanda Johnson's me acompanha desde a adolescência – passei quase 10 anos usando apenas ela como perfume, qualquer outro me enjoava!

FD: Em sua opinião, qual é o maior erro que uma mulher pode cometer em nome da beleza?
AG: Sacrificar o próprio corpo pra se adequar a um padrão de beleza. Aumentar ou diminuir os seios apenas por conta de uma "modinha da vez", por exemplo.

FD: Você tem marcas preferidas (cosméticos e make)? Poderia mencioná-las?
AG: Para cremes de corpo gosto muito da Clarins. No rosto, Lancôme. Para make, varia bastante: desde o rímel Maybelline (baratinho, pra colecionar um de cada, adoro!) até os lápis e sombras Chanel.

FD: Quem você definiria como exemplo de beleza? Por que?
AG: Nossa, tem várias mulheres que são exemplos de beleza, mas vou citar uma que eu admiro muito desde que eu era adolescente (e que se mantém lindíssima até hoje, chegando aos 50): a australiana Elle McPherson. Ela é perfeita!


FD: Há algo que gostaria de mudar em sua aparência? Por que?
AG: Ahh, todas temos nossos defeitinhos, mas pra que chamar a atenção pra isso, não?! hihihihi

FD: Você tem algum truque de beleza caseiro? Pode nos ensinar? :)
AG: Não tenho não!!! Tenho é um baita trauma de adolescência de fazer uma máscara de creme de abacate para os cabelos. Eu tinha uns 13 anos e lá fui eu colocar aquilo no cabelo. Detalhe: eu tenho HORROR a abacate, do tipo que não posso nem sentir o cheiro. No meio do processo, o treco começou a escorrer pelo meu rosto todo, foi um horror! Nunca mais!! Prefiro prestigiar a indústria cosmética, que se esforça e trabalha para nos oferecer as melhores opções!

FD: Deixe um recadinho para as leitoras do Formando!
AG: Sejam sempre as divas de seus próprios universos!! É um prazer estar mais uma vez aqui no blog!

O prazer é todo nosso sempre, Ale!
Super beijo!

Fotos: reprodução

13 comentários:

  1. Adooorei a entrevista!!!! Bjão :D

    ResponderExcluir
  2. Amiga, que delicia de entrevista!
    Acho que a Ale se tornou exemplo e inspiração (ainda mais) para as pessoas que assim como nós, tiveram a chance de conhecê-la pessoalmente. Ela mostrou - em meio a esse turbilhão de blogs de moda, pessoas despreparadas e gente sem noção - que para ser bem sucedida em algo bastante se você mesmo, o tempo inteiro. E vamos combinar que essa simplicidade e elegância dela as fazem uma diva absoluta e uma pessoa admirável né? Fiquei muito fã, não vou cansar de dizer isso.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Dani!
    Que linda e leve entrevista! Adorei!
    Parabéns pelo post!
    Beijinhos
    Sara
    www.saramoedo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Uma simpatia mesmo! Merece todo o sucesso que tem!


    Camila Faria

    ResponderExcluir
  5. Muito fofa a Alê. Adorei Dani =)

    Beijão
    Mamá
    http://mamahvivas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. ai meeeu eu fiz a mesma coisa com o creme de abacate. foi horrível! hahahaha dicas assim que a gente precisa. Depois daquele dia nunca mais eu me meti a usar nada mt natureba melecado. Tipo babosa...outro trauma. Essas perguntas que dão abertura pra esse tipo de resposta são as melhores. sério. eu amo saber que não sou a única!

    Morro de saudade do it. eu lembro que qdo eu vi q ia acabar me cortou o coração. uma pena... pq ela sabia escrever e trazia coisas novas de fato, né

    ResponderExcluir
  7. Tem definição melhor do que ser uma DIVA? PÁ!
    Saudades Alê.

    Beijos Dani.

    ResponderExcluir
  8. gostei muito da entrevista, Dani! Ale é uma fofa além de ser uma inspiração pra todas nós! quero mais entrevistas! hahaha

    ResponderExcluir
  9. oi Dani

    adorei conhecer um pouco mais da Ale...

    é ela q tinha o blog IT Girls ? algo assim ?

    nao to beeeeem por dentro...acho q qdo comecei na blogosfera logo ela parou de blogar.

    Beijo

    Grasi

    ResponderExcluir
  10. Nossa, a entrevista está maravilhosa!! E mostra como ela é simples, sem a "afetação" que muita gente tem.
    Adorei!!
    bju

    Tá rolando o sorteio do colar da Ana Bela Semi Jóias!

    www.mademoisellebahia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi amiga,

    Que post lindo!!! Sou fã da Alê mesmo antes de ter começado o blog e depois de tê-la conhecido pessoalmente fiquei mais fã ainda. Não sou puxa saco, mas pra mim a Alê e Constança Pascolato são minhas musas.Alê é uma mulher simples, sofisticada, educada... e amiga.

    Bjs com carinho
    Kelly Pinheiro
    www.chicfashiontrends.com.br

    ResponderExcluir

Que bom receber sua visita!
Responderei aqui mesmo ou em seus respectivos blogs.
Caso queiram falar comigo por email, me escrevam em dani.freitas@formandodivas.com
Um beijo!

 

Formando Divas! © 2012 | Designed by Siméia Santos